no

Por que apenas um lado do papel-alumínio é brilhante?

Há uma razão para tudo e os lados distintos do papel-alumínio não são exceção à regra.

Papel-alumínio
Foto: Reprodução/MyDelifresh

O papel-alumínio pode ser facilmente considerado uma das invenções mais cômodas do mundo moderno. Quer estejamos grelhando alguns vegetais frescos em um pacote bem embrulhado ou dobrando uma fatia de pizza que sobrou do jantar para comer depois, ele é a solução perfeita para praticamente qualquer situação na cozinha.

Dito isto, você já percebeu que o papel-alumínio vem com dois lados distintos: um lado brilhante e reflexivo e um lado fosco e embaçado? Pois bem, será que existe um propósito por trás das duas texturas desiguais? Devemos usar lados diferentes por certas razões?

Ao longo desse artigo, nós vamos explorar a motivação por trás das faces distintas do papel-alumínio, ao mesmo tempo em que analisamos as suas aplicações práticas.

Folha de papel-alumínio
Foto: Pixabay

A explicação por trás do lado brilhante do papel-alumínio

A decisão de dar ao papel-alumínio dois lados diferentes (um brilhante e um opaco) não foi feita através de chefs profissionais ou confeiteiros com ideias criativas em mente. Na verdade, essa característica é simplesmente o resultado consequente do seu processo de fabricação.

Para criar papel-alumínio (ou folha de alumínio, para ser mais preciso), uma placa maciça de alumínio é alimentada repetidamente por rolos de aço aquecidos até apresentar apenas 5 milímetros de espessura. Nesse ponto, ela é movida para um conjunto de rolos frios para ser submetido a um novo procedimento.

No entanto, como explica o site Culinary Lore, o papel-alumínio já é fino o suficiente para quebrar durante esse estágio, então os fabricantes empurram duas folhas de cada vez. Quando a parte superior da folha superior e a parte inferior da folha inferior esfregam contra os rolos, eles ficam brilhantes. Como a parte inferior da folha superior e a parte superior da folha inferior apenas se tocam, elas permanecem opacas.

Foto: Pixabay

Como usar o papel-alumínio corretamente

Agora que já explicamos a causa dos dois lados discrepantes do papel-alumínio, a pergunta que fica é: devemos colocar o lado brilhoso ou lado fosco virado para dentro? Bem, se você tinha o costume de colocar o lado fosco diretamente em contato com a comida, saiba que esse é o lado errado! Na verdade, o certo é colocar o lado brilhante para dentro, para refletir o maior calor possível.

Dependendo do alimento e do forno em questão, o fato de esse lado ser mais brilhante, e portanto, capaz de refletir as ondas de calor com mais intensidade, tende a tornar o cozimento mais rápido do que se o lado fosco estivesse voltado para o alimento.

Ainda assim, vale mencionar que maioria dos fornos modernos aquece os alimentos através de um processo chamado convecção, onde o ar no forno circula a energia térmica das áreas quentes para as frias. Em outras palavras, os fornos de convecção não se importam muito com o quão refletivos são seus conteúdos.

Dito isso, a discrepância entre brilhante versus opaco tende a ser maior somente quando se trata de certos tipos especiais de folha de alumínio. O lado opaco de marcas mais conceituadas tende a ser revestido com uma substância que ajuda a evitar que a comida grude nela; portanto, você definitivamente pode fazer o uso dessa função.

Foto: Pixabay

Uma palavra final

Algumas pessoas ainda não sabem, mas a verdade é que o papel-alumínio não foi feito apenas para fornos. Por exemplo, esse material é amplamente utilizado para blindagem de radiação e revestimentos de cabos.

O papel-alumínio também é igualmente utilizado para a produção de embrulhos por ser altamente maleável. Por conta disso, ele pode ser facilmente convertido em folhas finas e ser dobrado, enrolado e embalado.

Também vale destacar que o papel-alumínio atua como uma barreira à luz e ao oxigênio (que causa a oxidação), odores, umidade e germes. Por isso, ele é amplamente utilizado em embalagens de alimentos e medicamentos, incluindo embalagens longa vida (embalagens assépticas) para bebidas e laticínios, permitindo o armazenamento desses produtos mesmo sem refrigeração.

Leia Também: Por que as lagostas são tão caras?
Leia Também: Por que meu pagamento no cartão de crédito foi recusado?

Por conta de todos esses fatores, não há como negar que o papel-alumínio se tornou uma das maiores conveniências do nosso mundo moderno.

Um material com características bem interessantes, não é mesmo? Se você gostou desse post, não se esqueça de compartilhá-lo! 😉

Esse post merece um GOSTEI ou NÃO GOSTEI?

Red Bull

Do que é feito o Red Bull?

12 curiosidades incríveis sobre o Pato Donald