no

Como as baleias se reproduzem?

Embora existam pequenas variações entre as diferentes espécies de baleias, elas geralmente se reproduzem a partir dos 7 anos de idade.

Foto: Daily Mail

Todos nós já conhecemos as baleias e outros cetáceos marinhos através de diferentes avistamentos, mas esta é apenas uma pequena parte da vida dessas criaturas. Dito isto, o que será que acontece no resto do tempo que esses animais passam sob as profundezas do mar? Como as baleias se reproduzem?

As baleias são mamíferos marinhos e, como tal, eles se reproduzem na água. Uma baleia fêmea passa por uma longa gestação e dá à luz um filhote, que ela amamentará ao longo de um ano inteiro.

Compreendendo como as baleias se reproduzem

Foto: Brian Gratwicke / Flickr

Embora existam pequenas variações entre as diferentes espécies de baleias, elas geralmente se reproduzem a partir dos 7 anos de idade, quando machos e fêmeas atingem a maturidade sexual. As baleias são fertilizadas internamente e o acasalamento pode ocorrer em determinada época do ano (quando as fêmeas estão receptivas) ou mesmo durante todo o ano.

Vale destacar que as baleias são mamíferos polígamos, ou seja, sua reprodução ocorre entre vários indivíduos. Na prática, isso aumenta o sucesso da reprodução e a variabilidade genética da espécie, pelo menos a longo prazo.

O processo de acasalamento é relativamente simples, pois o macho se vira e fica embaixo da fêmea para tocá-la com a barriga. Nesse momento seu aparelho reprodutor é exposto e penetra na parceira para inseminá-la. Isso é feito enquanto ambos nadam lentamente ou quando ficam praticamente estáticos em um só lugar.

Embora pareça simples, a cópula de baleias pode durar várias horas. Isso geralmente acontece quando algumas fêmeas se recusam a acasalar e nadam na superfície com a barriga para cima para evitar a relação sexual.

Os períodos de gestação e lactação em baleias

Foto: Pixabay

O período de gestação das baleias varia de 10 a 16 meses, dependendo da espécie em questão. De um modo geral, trata-se de uma longa gestação que ocorre inteiramente na água. As baleias comumente escolhem as águas mais quentes para parir durante as migrações e, normalmente, apenas um filhote nasce de cada vez.

A mãe ajuda o filhote a subir à superfície para respirar após o nascimento e o bebê baleia tende a ficar com sua mãe durante seu primeiro ano de vida. O tamanho de cada filhote depende da espécie e do tamanho da mãe, mas, como regra geral, os filhotes de baleia costumam ter cerca de 6% do peso corporal de uma fêmea adulta de sua espécie.

Durante o primeiro ano, os filhotes não podem ficar debaixo d’água assim como os adultos, então eles precisam da ajuda contínua de suas mães. A amamentação ocorre abaixo da superfície, mas os filhotes não conseguem respirar e se alimentar ao mesmo tempo; então, devido ao esforço que fazem para se alimentar, os períodos de amamentação tendem a ser curtos.

Vale destacar que leite materno de uma baleia costuma ter uma alta concentração de gordura em sua composição (cerca de 35-50%) para permitir que o filhote cresça mesmo que a amamentação seja curta.

Uma palavra final

Foto: Pixabay

A relação dos filhotes de baleias com suas mães costuma ser muito próxima, o que é perfeitamente compreensível, afinal, em um ambiente aquático e com possíveis predadores, é importante manter esse vínculo.

Os filhotes de baleia vivem ao lado de suas mães durante o primeiro ano de vida, nadando perto dela o tempo todo e se comunicando por meio de chamados específicos. Esses chamados, embora relativamente fracos, permitem que a mãe fique de olho em seu filhote e possa protegê-lo de perigos potenciais.

Leia Também: Por que algumas formigas têm asas?
Leia Também: Por que os smartphones não têm mais baterias removíveis?

Em resumo, as baleias têm um ciclo de vida longo e a reprodução ocorre quando as fêmeas atingem a maturidade sexual por volta dos 7 anos de idade e acasalam várias vezes com um ou mais machos. Após uma longa gestação, elas dão à luz um único filhote, que ficará junto da mãe durante o primeiro ano de vida.

Muito interessante, não é mesmo? Se você gostou deste post, não se esqueça de compartilhá-lo! 😉

Esse post merece um GOSTEI ou NÃO GOSTEI?

Paisagem do Butão

12 curiosidades incríveis sobre o Butão

Cachorro bebendo água

Qual a quantidade de água que um cachorro deve beber por dia?