no

Jonathan James: Conheça o Adolescente que Hackeou a NASA

Jonathan James ficou mundialmente conhecido como o adolescente que hackeou a NASA, mas como ele conseguiu fazer isso? É o que descobriremos agora mesmo!

Os hackers sempre deram muita dor de cabeça seja para pessoas comuns ou para grandes empresas. Na maior parte das vezes eles fazem um estrago enorme e deixam prejuízo por onde passam.

Continua após a publicidade..

A NASA é uma das agências mais conhecidas do mundo e ela também já foi atacada por hackers. Hoje nós iremos conhecer o Jonathan James que hackeou a agência durante a sua adolescência.

jonathan james zona curiosa 2

Quem Era Janathan James?

Jonathan James nasceu em 12 de dezembro de 1983, em uma pequena vila chamada Pinecrest, localizada no condado de Miami-Dade, na Flórida.  Seu pai era programador de computador e sua mãe era dona de casa. Jonathan desenvolveu interesse por computadores os 6 anos de idade, onde ele usava com uma certa frequência o computador do seu pai para jogar videogame.


Os pais do garoto perceberam rapidamente que seu filho estava passando muito tempo na frente da tela do computador e tentaram impor restrições, que ele acabou contornando usando seu “carisma” hacker desde muito jovem. Os interesses dele foram mudando gradualmente conforme ia crescendo.

Continua após a publicidade..

Sua curiosidade sobre computadores veio à tona como uma surpresa para seu pai quando ele chegou em casa um dia e viu que seu computador pessoal havia sido convertido do sistema operacional Windows para o sistema operacional Linux. Jonathan havia instalado o Linux no computador de seu pai por curiosidade para testar o sistema operacional desconhecido e entender como ele funciona.

Jonathan James: Conheça o Adolescente que Hackeou a NASA

Obsessão

Durante sua adolescência, Jonathan ficou ainda mais obcecado por computadores e tecnologia, pois passava a maior parte de seu tempo livre dia e noite em seu computador Aos 13 anos, isso levou seus pais a tomarem medidas mais fortes e tiraram seu computador.

Continua após a publicidade..

Ele fugiu de casa se recusando a voltar até que seus pais devolvessem seu computador, insistindo que programação e videogames não estavam afetando suas notas. Pouco tempo depois foi descoberto que o garoto invadiu a rede de instituições educacionais no condado de Miami-Dade e mudou suas pontuações nos relatórios. 

Naquela época, Jonathan James surgiu com seu próprio alias de hackers “c0mrade”, pois passava a maior parte do tempo se comunicando com outros hackers online e aprendendo mais sobre hackers dia a dia.

jonathan james zona curiosa 4

Atividades Hackers

Aos 15 anos, Jonathan se cansou de hackear suas instituições de ensino e estabeleceu metas maiores de hacker. Entre 23 de junho de 1999 e 27 de outubro de 1999, ele cometeu uma série de invasões em vários sistemas. Seu primeiro alvo foi a AT&T BellSouth, uma das maiores empresas de telecomunicações da época nos EUA.

Os detalhes do hacking não são completamente conhecidos, mas o C0mrade invadiu os servidores da empresa sem causar nenhum dano. Seu principal objetivo não era lucrar ou roubar informações, mas mais sobre testar suas habilidades de hackers em um alvo maior como a AT&T Bellsouth. 

NASA

Em junho de 1999, ele estava procurando por servidores vulneráveis ​​para se conectar contornando seus firewalls.  Foi quando ele encontrou um em Huntsville, Alabama. Jonathan então instalou malware nele e conseguiu escalar seus privilégios para o sistema e, em seguida, migrou para outros 13 computadores na rede comprometida.  

A rede surpreendentemente pertencia à uma unidade da NASA, o Marshall Space Flight Center, localizado em Huntsville, Alabama. A unidade tem muita importância para a NASA, pois é o local onde eles desenvolvem e testam motores de foguetes, bem como sistemas de comunicação para a ISS (Estação Espacial Internacional).

Jonathan James: Conheça o Adolescente que Hackeou a NASA

C0mrade obteve acesso ao código-fonte de um programa que controlava elementos críticos de suporte de vida da ISS. O sistema foi projetado para manter o ambiente físico nas salas de estar da ISS, e foi inicialmente estimado em milhões de dólares. 

Depois que os especialistas em segurança da NASA descobriram que sua rede estava comprometida, eles desconectaram o servidor, juntamente com as máquinas comprometidas, por um período de 3 semanas para analisar a intrusão que levou a danos diretos de cerca de US$ 40 mil para a NASA.

Outra Invasões

No final de sua jornada de hackers, em setembro de 1999, C0mrade detectou uma instalação de backdoor em um servidor em Dulles, Virgínia, permitindo que todos os usuários da Internet se conectassem a ele. Sem pensar duas vezes, ele se conectou ao servidor e instalou um programa sniffing para interceptar todo o tráfego de rede que passava pelo servidor, incluindo credenciais de login, etc.

O servidor comprometido pertencia à DTRA (Defense Threat Reduction Agency), uma divisão extremamente importante do Departamento de Defesa dos EUA que estava analisando ameaças externas à Segurança Nacional do país.

Jonathan continuou e interceptou várias credenciais de usuários do DTRA, levando-o a obter acesso a dezenas de computadores do Departamento de Defesa. Ele conseguiu baixar milhares de cartas de usuários de e-mail que trabalhavam para o Pentágono. Essa foi a primeira intrusão bem-sucedida nas redes internas de uma das unidades externas do Pentágono. 

jonathan james zona curiosa 6

Prisão e Setença

Não demorou muito para tudo ser descoberto, em janeiro de 2000, agentes do Departamento de Defesa, juntamente com a polícia de Pinecrest, ordenaram a prisão do Jonathan James. No dia 26 de janeiro, agentes com coletes à prova de balas e armas invadiram sua casa e o prenderam. Eles apreenderam quatro PCs, um laptop e um computador de bolso da casa.

Isso fez de Jonathan o primeiro jovem a ser sentenciado federalmente a uma pena de prisão por hacking de computador.  James estava cooperando ativamente com os investigadores e explicou a eles em detalhes como ele conseguiu hackeá-los.

Os juízes do tribunal mostraram clemência a Jonathan, dando-lhe apenas 6 meses de prisão domiciliar e a proibição do uso de uma máquina de computador para fins de entretenimento, mas apenas para estudos. O tribunal também o fez emitir um pedido de desculpas por escrito à NASA e ao Departamento de Defesa dos EUA por suas ações. Mas isso não saiu como planejado. Ele logo foi detido pela polícia nas ruas por violar os termos da prisão domiciliar. Também foi descoberto depois de seu exame de sangue que ele usava algum tipo de droga. 

Jonathan James: Conheça o Adolescente que Hackeou a NASA

Leia Também: Como Proteger Seu Celular de Hackers e Espionagens?
Leia Também: Como Será o Futuro das VPNs e da Navegação Segura?

Morte

Jonathan James acabou desenvolvendo depressão severa. Em 18 de maio de 2008, o jovem foi encontrado morto no banheiro de sua casa com um tiro auto-infligido na cabeça por um rifle. Uma nota de suicídio foi encontrada perto dele junto com suas senhas do Paypal e várias outras contas. 

A nota escrevia:

Não acredito em nosso sistema de ‘justiça’ – talvez minhas ações hoje e esta carta sejam um sinal sério para o público, mas perdi o controle da situação e esta é minha única maneira de corrigi-la. Para ser honesto, não tenho nada a ver com toda essa história do TJX. Mesmo que Chris (Scott) e Albert Gonzales sejam os hackers mais perigosos e destrutivos que os federais já pegaram, eu sou muito mais sedutor [como vítima] para a opinião pública do que esses dois idiotas aleatórios. Isso que é vida. Lembre-se, não é que você ganhe ou perca, mas que eu pessoalmente ganho ou perco por estar preso por 20, 10 ou até 5 anos por um crime que não cometi. Esta é a minha maneira de ganhar, mas pelo menos morrerei livre . “

Você já tinha ouvido falar sobre o Jonathan James? Não esquece de compartilhar esse post!

Esse post merece um GOSTEI ou NÃO GOSTEI?

MALDIVAS CAPA

5 curiosidades sobre Maldivas

O Que é Tesouro Selic?

O Que é Tesouro Selic?