no ,

Tomar energético faz mal à saúde?

Bebidas energéticas têm seus benefícios, mas é preciso tomar cuidado com seu consumo excessivo.

Foto: Pixabay

As bebidas energéticas destinam-se a aumentar a energia, o estado de alerta e a concentração de quem as consome. Pessoas de todas as idades costumam tomar energético e sua popularidade continua crescendo. No entanto, alguns profissionais de saúde alertam que as bebidas energéticas podem trazer consequências prejudiciais, o que tem levado muitas pessoas a questionar sua segurança.

Ao longo desse artigo, nós vamos analisar o que há de bom e de ruim nas bebidas energéticas de acordo com os especialistas, oferecendo uma ampla revisão de seus efeitos na saúde.

Tomar energético
Foto: Pixabay

As vantagens de tomar energético

As pessoas consomem bebidas energéticas por vários motivos, especialmente para aumentar a vigilância mental, melhorando a função cerebral. Vários estudos confirmam que as bebidas energéticas podem realmente melhorar vários aspectos da função cerebral, como memória, concentração e tempo de reação, ao mesmo tempo que reduzem a fadiga mental.

Muitos pesquisadores acreditam que esse aumento na função cerebral pode ser atribuído exclusivamente à cafeína, enquanto outros especulam que a combinação de cafeína e açúcar em bebidas energéticas é totalmente necessária para se obter o maior benefício possível.

Outra razão pela qual as pessoas consomem bebidas energéticas é para ajudá-las a “funcionar” mesmo quando estão cansadas ou com sono. Até mesmo motoristas em longas viagens noturnas muitas vezes costumam tomar algum energético para ajudá-los a ficar alertas enquanto estão atrás do volante.

Alguns estudos usando simulações de direção concluíram que as bebidas energéticas podem realmente aumentar a qualidade da direção e reduzir a sonolência. No entanto, o consumo excessivo de energéticos também pode afetar negativamente a qualidade do sono e o funcionamento do coração, como veremos a seguir.

Foto: Pixabay

As desvantagens de tomar energético em excesso

Apesar das bebidas energéticas apresentarem um número considerável de benefícios, também existem preocupações de que elas podem contribuir para o surgimento de problemas cardíacos. Além disso, estudos também mostraram que o consumo de bebidas energéticas pode aumentar a pressão arterial e a frequência cardíaca, o que pode ser prejudicial para a saúde do coração.

Ainda assim, embora você precise ter cautela ao consumir bebidas energéticas se tiver histórico de doenças cardíacas, é improvável que o consumo ocasional e em quantidades razoáveis cause problemas cardíacos em adultos saudáveis sem histórico de problemas no coração.

Também vale destacar que, embora misturar bebidas energéticas com álcool seja incrivelmente popular entre jovens adultos e estudantes universitários, isso representa uma grande preocupação de saúde pública. Essa combinação pode ser muito perigosa porque pessoas que ingerem energéticos com bebidas alcoólicas tendem a apresentar um consumo ainda maior de álcool.

Para finalizar, não podemos deixar de citar que a maioria das bebidas energéticas contém uma quantidade considerável de açúcar. O consumo de bebidas com altas doses de açúcar, como a maioria das bebidas energéticas, tende a elevar a quantidade de glicose no sangue, o que pode ser muito ruim para a saúde, especialmente se você tiver diabetes.

Tomar energético
Foto: Pixabay

Uma palavra final

Como você pode ver, as bebidas energéticas podem fornecer muitos dos benefícios prometidos, aprimorando a função cerebral e ajudando você a trabalhar mesmo se estiver cansado. No entanto, o uso excessivo de energéticos pode causar uma série de problemas de saúde, principalmente por conta da ingestão excessiva de cafeína e açúcar.

Se você optar por tomar bebidas energéticas, limite sua ingestão a 473 ml por dia. Além disso, tente reduzir a ingestão de outras bebidas com cafeína para evitar os efeitos nocivos do excesso de cafeína.

Também vale mencionar que algumas pessoas, incluindo mulheres grávidas lactantes, crianças e adolescentes, devem evitar bebidas energéticas completamente.

Leia Também: Do que é feito o Red Bull?
Leia Também: O que acontece se uma pessoa não fizer cocô?

No fim das contas, embora beber ocasionalmente uma bebida energética provavelmente não cause qualquer dano ao seu corpo, é aconselhável evitar consumir altas doses de bebidas energéticas como parte de sua rotina diária.

De certo modo, é tudo uma questão de moderação, não é mesmo? Se você gostou desse post, não se esqueça de compartilhá-lo! 😉

Esse post merece um GOSTEI ou NÃO GOSTEI?

Gerente de recursos humanos

O que faz um gerente de recursos humanos?

Limpador de para-brisa

Quem inventou o limpador de para-brisa?