no ,

Quem inventou a bicicleta?

A bicicleta evoluiu e melhorou significativamente ao longo dos anos, graças aos esforços de vários inventores diferentes.

Foto: Pixabay

Você até pode pensar que uma invenção relativamente simples como a bicicleta deveria ter um passado bem descomplicado, mas a verdade é que, ao que parece, essa invenção altamente popular tem uma história repleta de controvérsia e modificações.

Embora as histórias sobre quem inventou a bicicleta muitas vezes se contradigam, uma coisa que podemos ter certeza é que as primeiras bicicletas não eram nada como as que você vê circulando pelas ruas nos dias de hoje, como ficará claro ao longo deste artigo.

Primeira bicicleta
Foto: Domínio Público

Quem foi o inventor da bicicleta?

Bem, essa resposta é um pouco mais complexa do que você pode imaginar. Um barão alemão chamado Karl von Drais ganhou notoriedade ao criar uma engenhoca de duas rodas em 1817. Tal invenção ficou conhecida por muitos nomes, incluindo “velocípede”, “cavalo de pau”, “draisiana” e até “máquina corredora”.

Esta invenção inicial tornou Drais amplamente conhecido como “o pai da bicicleta”, mas o fato é que a bicicleta como a conhecemos surgiu somente em meados do século 19, graças ao trabalho de vários inventores diferentes.

Embora o tal velocípede de Karl von Drais só teve um breve período de destaque antes de sair de moda, sua versão inicial continuou a ser aprimorada em toda a Europa. Começando na década de 1860, vários inventores franceses, incluindo Pierre Lallement, Pierre Michaux e Ernest Michaux, desenvolveram protótipos com pedais presos à roda dianteira.

No fim das contas, foram as invenções desses franceses que vieram a ser consideradas as primeiras máquinas a serem chamadas de “bicicletas”, embora também ficassem hilariamente conhecidas como “destruidoras de ossos” por seu manuseio complexo e desafiador.

Foto: Wikimedia Commons

Os aprimoramentos da bicicleta

Na esperança de promover mais conforto e estabilidade, inventores como Eugène Meyer e James Starley introduziram posteriormente novos modelos que ostentavam uma roda dianteira de grandes dimensões. Chamadas de “penny-farthings”, essas bicicletas de formatos estranhos se tornaram moda durante as décadas de 1870 e 1880 e ajudaram a dar origem aos primeiros clubes de bicicleta e corridas competitivas.

Ainda assim, a sela de mais de um metro de altura tornava a bicicleta perigosa demais para a maioria das pessoas. Isso finalmente mudou em 1885, quando o inglês John Kemp Starley aperfeiçoou um projeto de bicicleta que apresentava rodas do mesmo tamanho e um sistema de transmissão por corrente.

Novos desenvolvimentos em freios e pneus surgiram nos anos seguintes, estabelecendo de uma vez por todas uma espécie de “modelo padrão” para o que se tornaria a bicicleta moderna.

Bicicleta de corrida
Foto: Pixabay

As bicicletas nos dias de hoje

Hoje em dia, as bicicletas estão mais populares do que nunca. De fato, mais de 100 milhões de bicicletas são fabricadas a cada ano, de acordo com BicycleHistory.net, e mais de 1 bilhão de bicicletas estão sendo usadas atualmente em todo o mundo.

Atualmente, uma pessoa que entra em uma loja de bicicletas se depara com inúmeras opções. As armações modernas são projetadas e feitas de diferentes materiais com base nos locais onde a bicicleta pode ser usada. Os ciclistas também podem escolher diferentes tipos de freios, número de marchas, formato do assento, curvatura do guidão e se querem contar com suspensão ou não.

Também há opções para andar de bicicleta em muitas superfícies, desde estradas irregulares, de terra e de montanha rochosa até ruas pavimentadas. As rodas também vêm em uma variedade de tamanhos e espessuras para superfícies específicas, enquanto as armações são normalmente feitas de aço, alumínio, titânio ou fibra de carbono e, ocasionalmente, até mesmo de materiais como bambu.

Leia Também: Como funciona o fax?
Leia Também: Qual criatura era a Besta de Gévaudan?

As bicicletas podem ter de uma a 33 marchas e, por fim, existem inúmeros tipos de assentos, desde assentos curtos e estreitos para corridas até assentos largos e almofadados para promover viagens confortáveis.

Muito interessante, não é mesmo? Se você gostou deste post, não se esqueça de compartilhá-lo! 😉

Esse post merece um GOSTEI ou NÃO GOSTEI?

Ingleses adoram tomar chá

Por que os ingleses adoram tomar chá?

Órgãos do corpo humano

Quantos órgãos tem o corpo humano?