no ,

Quem eram os cavaleiros templários?

Histórias dos cavaleiros templários continuam a influenciar a cultura popular, incluindo muitos livros, filmes e programas de TV.

Cavaleiros templários
Foto: Pixabay

Pegue sua espada e armadura porque hoje vamos viajar no tempo com destino à Idade Média. Nosso objetivo é aprender sobre a vida de um grupo conhecido por carregar escudos, defender viajantes e que foi pioneiro na criação de um dos primeiros bancos internacionais. Hoje, nós vamos falar sobre os cavaleiros templários!

A Ordem dos Templários foi uma organização paramilitar autossustentável constituída por um esquadrão excelente de soldados dedicados e capazes de lutar em todos os terrenos com o propósito original de proteger os cristãos em peregrinações a Jerusalém. No entanto, para entendermos melhor os seus objetivos, precisamos compreender primeiramente o que foram as Cruzadas.

Foto: Wikimedia Commons

As Cruzadas e os cavaleiros templários

Vamos começar com algumas informações sobre as Cruzadas. Pois bem, o que conhecemos como Cruzadas foi uma série de guerras lançadas pelos cristãos europeus da Idade Média. Basicamente, seu objetivo principal era tomar o controle de Jerusalém e de outras Terras Sagradas dos povos de fé muçulmana.

A Ordem dos Cavaleiros Templários começou na esteira da Primeira Cruzada. Especialistas dizem que a ordem começou em 1119 ou 1120 através do fidalgo francês Hugo de Payens. A Igreja Católica os reconheceu pela primeira vez em 1129, sendo que o grupo foi originalmente formado para proteger os peregrinos que se deslocavam da Europa para as Terras Sagradas no Oriente Médio.

Logo, porém, os Cavaleiros Templários assumiram outras responsabilidades. Eles passaram a lutar nas futuras Cruzadas e também vieram a controlar uma grande quantidade de terras. Os Cavaleiros Templários até conquistaram um número considerável de castelos durante suas investidas.

A Ordem dos Templários era uma ordem muito rígida, de modo que aqueles que se juntavam ao grupo precisavam fazer votos bastante específicos. Por exemplo, esses cavaleiros não podiam caçar, usar roupas chamativas ou faltar aos serviços religiosos.

Os cavaleiros templários usavam armaduras e eram muito habilidosos com armas como espada e besta. Eles podiam ser facilmente identificados por suas capas brancas. Seus escudos também eram brancos e marcados com uma cruz vermelha.

Foto: Pixabay

Como os cavaleiros templários “inventaram” os bancos

Pouca gente sabe, mas os cavaleiros templários criaram um dos primeiros bancos internacionais do mundo. Lembre-se de que não existia Internet e cartões de débito na Idade Média e, em vez disso, a maioria das pessoas carregava dinheiro consigo para onde quer que fossem.

No entanto, isso causava grandes problemas para viagens internacionais, visto que uma pessoa que se mudava de um país para outro tinha que fazer as malas e levar seu dinheiro consigo, o que tornava a jornada ainda mais difícil e perigosa. Muitos temiam ser roubados nas estradas e foi com isso em mente que os cavaleiros templários entraram em ação.

Antes de viajar por longas distâncias, as pessoas podiam depositar seu dinheiro com os cavaleiros templários. Em troca, eles ofereciam uma nota comprovando o depósito, de modo que as pessoas poderiam trocar essa nota por fundos de outro grupo de cavaleiros templários quando a pessoa chegasse ao seu destino.

Por razões óbvias, os cavaleiros templários também ganhavam dinheiro com os juros atrelados aos empréstimos. Como ordem religiosa, eles davam cerca de 10% dessa renda para pessoas que precisavam de sua ajuda, mas ainda assim, eles permaneceram sendo um grupo muito poderoso e rico.

Foto: Pixabay

Fim e legado

À medida que os Templários ganhavam poder, muitos líderes religiosos e reis ficavam mais desconfiados de suas intenções. Eventualmente, a ordem foi acusada de corrupção e abusos de poder, o que fez com que o grupo terminasse oficialmente em 1312.

Vale destacar que muitos membros da ordem chegaram a ser presos e até condenados à morte após o fim do grupo. Curiosamente, até hoje há certas controvérsias sobre se algumas das reivindicações contra o grupo eram verdadeiras.

Leia Também: Quem inventou o guarda-chuva?
Leia Também: Por que sentimos mais sono em dias chuvosos?

Hoje, as histórias dos cavaleiros templários ainda continuam a influenciar a cultura popular, incluindo muitos livros, filmes e séries de TV. Aos mesmo tempo, surgiram algumas tentativas de fazer uma espécie de “renascimento” da ordem, mas muitos que buscavam isso provaram ser membros de grupos com visões  ultranacionalistas.

Muito interessante, não é mesmo? Se você gostou deste post, não se esqueça de compartilhá-lo! 😉

Esse post merece um GOSTEI ou NÃO GOSTEI?

Casa Branca

Por que a Casa Branca é branca?

Como funciona o fax?