no ,

Por que o disparo de uma arma de fogo faz tanto barulho?

O “estouro” do disparo de uma arma de fogo não é algo tão fantástico como a cultura popular tende a mostrar.

Foto: Pixabay

Se você gosta de filmes de ação, é bastante provável que você já tenha perdido a conta de quantas vezes viu tiroteios violentos entre os “mocinhos” e os “vilões”. Essas brigas podem ser baseadas em contextos, personagens e realidades diferentes, mas há uma coisa que é unanimidade a todo e qualquer tiroteio que você já viu em filmes e séries de televisão: o barulho do disparo de uma arma de fogo.

De um modo geral, estamos tão acostumados com isso que dificilmente nos atentamos a isso, mas você já se perguntou sobre o que realmente causa o estrondo característico do disparo de uma arma de fogo? É isso o que vamos abordar ao longo deste artigo.

Foto: Pixabay

A ciência por trás do disparo de uma arma de fogo

Quem não sabe o que é um tiro, não é mesmo? Vagamente definido, um tiro é basicamente o disparo de qualquer arma de fogo, como um revólver, pistola, rifle ou outras armas semelhantes. De um modo geral, o tiro é acompanhado por um ruído mecânico e deixa um resíduo químico em seu rastro.

O processo é mais ou menos assim: você puxa o gatilho, a bala sai do cano, ouve-se um barulho alto e você experimenta um empurrão forte na mão que segura a arma (recuo). Além disso, você pode adicionar um cartucho giratório voando para fora da arma para um efeito mais “dramático”, comum nos filmes de ação.

No momento em que você puxa o gatilho, um mecanismo de mola faz com que um pino de disparo de metal atinja a extremidade traseira da bala, que por sua vez acende a pequena carga explosiva na escorva.

Consequentemente, este processo incendeia o propelente (a parte que dá altas velocidades à bala) e os produtos químicos na queima do propelente, produzindo rapidamente uma grande quantidade de gás. Este gás aumenta drasticamente a pressão atrás da bala, fazendo com que ela saia do cano a uma velocidade incrivelmente alta para atingir o alvo.

Foto: Pixabay

Tá, mas o que exatamente causa o “barulho”?

Bem, como mencionado anteriormente, uma bala é movida por uma enorme pressão em sua parte traseira, que a impulsiona para frente. Portanto, depois que a bala sai do cano, a pressão da explosão (que ocorreu nas suas “costas”) é liberada repentinamente. Este é o motivo pelo qual ocorre um barulho tão alto quando uma arma de fogo é disparada.

Para efeito de comparação, lembre-se que uma garrafa de champanhe também produz um som de estouro quando é aberta. De certo modo, o princípio de abrir uma garrafa de champanhe é um tanto semelhante ao disparo de uma bala, embora estejamos falando sobre muito menos pressão e velocidade, no caso da garrafa de espumante.

Foto: Pixabay

Uma palavra final

É importante deixar claro que “BANG” não é o único som associado ao disparo de uma bala. Na prática, também há um estalo audível que costuma ocorrer em algumas balas que viajam a velocidades maiores do que a velocidade do próprio som. Esses projéteis de movimento incrivelmente rápido criam ondas de choque à medida que voam pelo ar, o que produz um ruído distinto.

Na prática, uma bala viajando a uma velocidade muito alta promove um estrondo sônico. De fato, é exatamente o mesmo raciocínio por trás do barulho que uma aeronave supersônica faz quando ultrapassa a barreira do som.

Leia Também: Como era a vida no Velho Oeste?
Leia Também: Como os postos armazenam seus combustíveis?

Então, aí está! No fim das contas, o “estouro” do disparo de uma arma de fogo não é algo tão fantástico como a cultura popular passou a enraizar em nossas mentes para fazer os filmes parecerem mais emocionantes. Em vez disso, é uma coisa muito mais simples e com uma base científica clara.

Muito interessante, não é mesmo? Se você gostou deste post, não se esqueça de compartilhá-lo! 😉

Esse post merece um GOSTEI ou NÃO GOSTEI?

Mau cheiro dos gambás

Por que os gambás têm mau cheiro?

Síndrome do filho do meio

O que é a síndrome do filho do meio?