no

Por que é difícil empurrar um carrinho de supermercado em linha reta?

Problemas que surgem ao tentar empurrar um carrinho de supermercado em linha reta costumam estar relacionados ao mecanismo das rodas.

Foto: Pixabay

O carrinho de supermercado é uma invenção que melhorou consideravelmente o deslocamento de clientes na hora das compras. No entanto, é bastante provável que você já tenha passado algum perrengue ao tentar empurrar um carrinho desse tipo, afinal, muitas vezes parece ser impossível guiá-lo em linha reta. Mas, afinal de contas, por que isso acontece?

Ao longo deste artigo, você vai ficar por dentro dos principais fatores que explicam por que isso acontece, mas antes disso, é interessante abordarmos primeiramente a importância do carrinho de supermercado para o desenvolvimento do comércio moderno.

Foto: Pixabay

A importância dos carrinhos de compras

Isso pode parecer um pouco estranho no início, podendo até mesmo soar como um exagero, mas os carrinhos de compras desempenharam um papel importante na revolução da comercialização de mercadorias em lojas e supermercados. De fato, há quem diga que eles revolucionaram a forma como adquirimos produtos no varejo.

Se você é uma pessoa que é “mimada” pelos confortos e luxos do século 21, pergunte a si mesmo: se verificar diferentes variedades do mesmo produto significasse que você teria que percorrer toda a extensão de uma seção de supermercado carregando várias coisas na mão, você realmente se importaria em fazer isso?

Obviamente, algumas pessoas até poderiam ir até o fim da seção para buscar os itens de seu tipo ou marca favorita, mas o consumidor médio, que não se importa se a escova de dente que está usando é produzida pela Oral-B ou pela Colgate, iria escolher simplesmente o item mais próximo do seu alcance.

É por isso que o carrinho de supermercado “revolucionou” a forma como as compras são feitas, afinal, mais praticidade e facilidade de descolamento para o cliente costuma significar mais compras e lucro para os comerciantes.

Foto: Pixabay

Tá, mas por que é difícil empurrar um carrinho de supermercado em linha reta?

É bastante claro que um carrinho de supermercado consiste em componentes muito simples, mas, ainda assim, tal simplicidade resulta em uma grande ajuda para os compradores enquanto eles vagam pelo mercado em busca de um determinado sabor de biscoito ou uma grande garrafa de shampoo anticaspa. No entanto, nem tudo são flores.

De certo modo, é bastante comum nos depararmos com certos carrinhos que viram para o lado contrário do planejado. A mesma coisa acontece quando você empurra um carrinho de supermercado para a frente e ele não segue em linha reta, a menos que seja aplicada uma quantidade surpreendentemente grande de força para movê-lo na direção desejada. Dito isto, por que será que alguns carrinhos se tornam tão incontroláveis?

Pois bem, em tais carrinhos, todas as quatro rodas costumam ser “flutuantes”, o que significa que elas giram para todos os lados (assim como uma cadeira de escritório”. Isso é uma coisa boa quando se trata da pouca quantidade de força que o usuário precisa aplicar para fazer o carrinho “se mover”, mas se torna uma má notícia quando o assunto é a direção e a capacidade de manobra geral.

Uma vez que todas as quatro rodas podem girar em seus respectivos eixos, torna-se muito mais difícil empurrar o carrinho de supermercado na direção desejada, especialmente quando você começa a movê-lo a partir de uma posição estacionária, ou seja, quando o carrinho está relativamente cheio e totalmente parado.

Foto: Pixabay

Como seria possível resolver esse problema?

Uma vez que esse problema está no fato de que todas as rodas se movem em direções aleatórias por conta própria, uma solução hipotética seria fazer com que seu movimento aleatório fosse mitigado de alguma forma. O problema é que a solução para isso não deveria afetar a capacidade de manobra do carrinho, ou seja, ele ainda teria que ser leve de guiar.

Ainda assim, a solução seria bastante simples: bastaria limitar a “capacidade de giro” das rodas na parte traseira. Dessa forma, você poderia empurrar o carrinho com facilidade, exercendo melhor controle sobre a direção do movimento do carrinho, direcionando somente as rodas dianteiras.

Muitos países (por exemplo, os Estados Unidos) já têm carrinhos projetados dessa forma. Felizmente, o design de “roda fixa” está se tornando cada vez mais comum em outras partes do mundo, graças à praticidade que apresenta, especialmente quando se trata do manuseio em corredores mais apertados.

Leia Também: O que faz dos holandeses as pessoas mais altas do mundo?
Leia Também: Por que os favos de mel das abelhas têm forma de hexágonos?

No fim das contas, quando se trata da força aplicada em carrinhos de supermercado, um simples ajuste no design pode economizar muita energia gasta na hora das compras!

E você, já sofreu ao tentar empurrar algum carrinho de supermercado? Se você gostou deste post, não se esqueça de compartilhá-lo! 😉

Esse post merece um GOSTEI ou NÃO GOSTEI?

Alimentos crocantes

Por que gostamos tanto de alimentos crocantes?

Engolir chiclete

Engolir chiclete faz mal à saúde?