no ,

Por que algumas geladeiras não possuem luz no congelador?

O fato de que algumas geladeiras não possuem luz no congelador é um exemplo bastante clássico do princípio de custo-benefício.

Foto: Piqsels

Se você já tentou roubar furtivamente um lanche da geladeira em plena madrugada, sabe que a luz embutida nesse eletrodoméstico torna muito mais fácil a visualização do que você está fazendo. Se a guloseima de sua escolha estiver congelada, no entanto, você poderá ter que sacar a lanterna do smartphone ou ir por conta própria, pois muitos congeladores não contam com uma fonte de luz própria.

Dito isto, a pergunta que fica é: por que algumas geladeiras não possuem luz no congelador? Seria essa uma questão técnica ou econômica?

Foto: PxHere

A principal razão pela qual algumas geladeiras não possuem luz no congelador

Como o economista Robert Frank explicou em uma matéria do PBS NewsHour, este é um exemplo bastante clássico do princípio de custo-benefício, o que basicamente significa que o custo de algo não deve ser maior do que o benefício que promove aos consumidores.

Basicamente, o raciocínio por trás desse detalhe é o seguinte: como os consumidores costumam usar a luz de sua geladeira com bastante frequência e, portanto, a consideram um recurso valioso, os fabricantes podem justificar o custo da instalação dessas luzes com muito mais facilidade do que com as luzes do congelador.

Quanto ao motivo pelo qual os consumidores não valorizam muito as luzes do congelador, a explicação mais popular é que simplesmente não abrimos nossos freezers com a mesma frequência que abrimos nossos refrigeradores. E, ao abrir o congelador, é menos provável que você fique parado por alguns minutos examinando as opções disponíveis.

Foto: Stockvault

Uma hipótese alternativa

De acordo com o Today I Found Out, uma outra teoria sobre esse mesmo assunto é que simplesmente não valia a pena instalar uma lâmpada no congelador nas geladeiras das décadas passadas. Basicamente, as geladeiras mais antigas não contavam com a função de degelo automático, de modo que a lâmpada no congelador muito provavelmente acabaria ficando escondida pelo acúmulo de gelo.

Quando os freezers com degelo automático chegaram ao mercado, os consumidores meio que já tinham se acostumado a não ter luzes de freezer. Por isso, muitos fabricantes simplesmente mantiveram as coisas como já eram.

Também é importante mencionar que as lâmpadas incandescentes de estilo antigo estilhaçavam com certa facilidade por conta da variação de temperatura. Embora lâmpadas para lidar com este tipo de aquecimento e resfriamento já existissem, elas eram vistas como um custo extra que poderia distorcer ainda mais o custo-benefício do produto final.

Foto: PxHere

Uma palavra final

Vale destacar que a ausência de luz em modelos de baixo custo também fornece uma espécie de “recurso extra” que pode ajudar a vender geladeiras muito mais caras para algumas pessoas, com o vendedor convencendo-as que elas devem se preocupar com esse detalhe, mesmo que esses consumidores provavelmente nunca tenham se importado ou pensado sobre isso antes.

Os freezers também tendem a ser mais compactos, então uma luz não costuma ajudar muito quando se trata de iluminar a maior parte do congelador. Além disso, nos modelos de congelador superior e com abertura frontal, a luz do próprio ambiente costuma fornecer iluminação suficiente em comparação com os modelos onde o freezer fica na parte inferior da geladeira.

Leia Também: Quanto tempo os camelos conseguem sobreviver sem beber água?
Leia Também: Para que serve a cera de ouvido?

No fim das contas, podemos dizer que uma combinação de fatores envolvendo custos, limitações tecnológicas e estratégias de marketing ajuda a explicar por que algumas geladeiras não possuem luz no congelador.

Muito interessante, não é mesmo? Se você gostou deste post, não se esqueça de compartilhá-lo! 😉

Esse post merece um GOSTEI ou NÃO GOSTEI?

Como alguns animais conseguem sobreviver em condições extremas?

Tênis da Adidas

12 curiosidades incríveis sobre a Adidas