no

Para que servem as linhas pretas das bolas de basquete?

Pouca gente percebe, mas as linhas pretas das bolas de basquete tornam o esporte muito mais fácil de ser praticado.

Linhas das bolas de basquete
Foto: Pixabay

Esteja você jogando basquete em uma quadra oficial ou na frente de sua casa, a bola em sua mão provavelmente terá um detalhe bem específico. De um modo geral, as bolas de basquete contam com um exterior separado em oito painéis por finas linhas pretas. Mas, afinal, para que servem essas linhas?

Bem, na prática, essas linhas fazem mais do que dar à bola sua aparência distinta. De acordo com o Basketball Word, a verdade é que as linhas das bolas de basquete tornam o esporte muito mais fácil de ser praticado.

Linhas das bolas de basquete
Foto: Pixabay

A principal função das linhas pretas das bolas de basquete

Assim como os pequenos pontos que cobrem o exterior das bolas de basquete, as linhas também facilitam o seu manuseio. Em um jogo que exige que os jogadores façam manobras em torno de uma quadra enquanto driblam a bola, o controle é crucial.

Na prática, essas linhas permitem que os jogadores segurem melhor a bola, direcionando-a em uma direção diferente no breve momento em que ela faz contato com a mão. Se a bola fosse completamente lisa, seria muito mais difícil guiá-la.

De fato, qualquer pessoa que já tenha praticado basquete com uma bola velha cujas linhas já se desgastaram, sabe muito bem o tamanho da diferença que essas tiras finas de borracha podem fazer durante toda a agitação de um jogo.

Foto: Pixabay

Design da bola de basquete já evoluiu consideravelmente

Nos dias de hoje, tendemos a considerar o design funcional de uma bola de basquete como algo adquirido, mas o fato é que o design atual nem sempre fez parte do jogo.

No início da história desse esporte, o basquete era jogado com bolas lisas de futebol em uma quadra de madeira polida a óleo. Por conta disso, segurar a bola naquela época era quase tão difícil quanto colocá-la na cesta.

Ainda assim, vale destacar que o drible ainda não havia sido introduzido neste ponto, pois os jogadores tinham que jogar a bola a partir de onde a pegassem, então isso provavelmente tornava as coisas menos difíceis para o estilo de jogo da época.

Foto: Pixabay

Alguns fatos curiosos sobre as bolas de basquete

  • As bolas da National Basketball Association (NBA) são feitas de couro genuíno, mas as bolas do basquete universitário são comumente feitas de um material sintético composto;
  • O padrão para uma bola de basquete na NBA é de 75 cm de circunferência, enquanto que para a Women’s National Basketball Association (WNBA) a circunferência máxima é de 74 cm;
  • A Spalding foi a primeira empresa a produzir uma bola de basquete para uso oficial. Essa marca é responsável pela produção da bola oficial da NBA desde 1983;
  • As bolas de basquete são designadas para uso interno (geralmente feitas de couro ou compostos absorventes) ou para uso externo (geralmente feitas de borracha ou outros tipos de compostos duráveis);
  • A abrasividade dos pavimentos, assim como a sujeira e umidade presentes em um ambiente externo, costumam arruinar as bolas designadas para uso interno em um curto período de tempo, razão pela qual as bolas externas são recomendadas para jogadores recreativos;
  • Originalmente, as bolas de basquete apresentavam uma cor marrom bem escura. Posteriormente, elas adotaram uma cor mais alaranjada para facilitar a sua visualização nas quadras, tanto pelos jogadores quanto pelos espectadores;
  • De 1967 a 1976, a American Basketball Association (ABA) usou uma bola de basquete vermelha, branca e azul.

Muito interessante, não é mesmo? Se você gostou deste post, não se esqueça de compartilhá-lo! 😉

Esse post merece um GOSTEI ou NÃO GOSTEI?

Para que servem as nossas unhas?

Telefones via satélite

Por que os telefones via satélite nunca se tornaram populares?