no

O que é uma nuvem cumulonimbus?

Quando o vapor d’água é puxado para cima por fortes correntes de ar, ele pode dar início ao desenvolvimento de uma nuvem cumulonimbus.

Foto: Pixabay

Talvez você nunca tenha percebido, mas quando você observa o desenrolar de uma tempestade, o que você provavelmente está vendo são nuvens cumulonimbus, os maiores tipos de nuvens que vemos no céu! No entanto, embora a maioria das pessoas simplesmente pense nelas como simples “nuvens de tempestade”, há uma série de fatos interessantes sobre esse tipo de nuvem.

Ao longo deste artigo, você vai entender como se formam e o que há por trás das nuvens cumulonimbus.

Cumulonimbus
Foto: Pixabay

O que é e como se forma uma nuvem cumulonimbus?

De acordo com o Met Office, quando o vapor d’água é puxado para cima por fortes correntes de ar, ele pode representar o início do estágio de desenvolvimento de uma nuvem cumulonimbus. De um modo geral, as condições climáticas necessárias para a formação de tais nuvens incluem uma massa de ar instável, umidade suficiente e uma força ascendente normalmente fornecida pelo calor excessivo.

Esses tipos de nuvens geralmente se formam em áreas tropicais (como no caso do Brasil), onde os seus elementos constituintes são mais comumente encontrados. Ainda assim, vale mencionar que as nevascas também são uma outra forma de precipitação causada por nuvens cumulonimbus.

Conforme mencionado, quando o vapor de água (umidade) é puxado para cima através de uma massa de ar instável, uma nuvem cumulonimbus pode começar a se formar. O estágio de maturação da nuvem é evidenciado pela umidade adicional sendo puxada para cima e condensada, uma vez que entra em contato com núcleos de condensação no alto da atmosfera.

Essas nuvens verticais podem evoluir de outros tipos de nuvens cúmulos, que pairam cerca de 2 quilômetros no ar, mas as nuvens continuarão a crescer, estendendo-se por cerca de 12 quilômetros de altura. As nuvens cumulonimbus são compostas por vapor d’água próximo ao fundo e cristais de gelo no topo, parte da razão pela qual seu crescimento normalmente tem um limite antes que a tempestade finalmente se inicie.

Uma vez que um certo ponto de inflexão seja alcançado, essas nuvens massivas começarão a derramar sua energia na forma de precipitação, frequentemente em tempestades breves, mas potencialmente violentas. A maioria das nuvens cumulonimbus irá despejar boa parte de seu conteúdo em cerca de 20 minutos, mas esse forte aguaceiro é suficiente para causar danos e inundações repentinas.

Foto: Pixabay

Quais são os tipos e formas de nuvens cumulonimbus?

Para muitos, as nuvens de tempestade parecem iguais, mas a verdade é que nem todas as nuvens cumulonimbus são exatamente a mesma coisa. As duas principais espécies de nuvem cumulonimbus são a cumulonimbus calvus e a cumulonimbus capillatus, que se diferenciam por sua aparência o topo, sendo a primeira mais mais redonda e inchada, enquanto a última é maciça em todas as medidas.

Existem também nuvens características periféricas que podem estar presentes em cumulonimbus, o que pode lhes dar uma forma diferente, ou talvez até mesmo indicar para qual direção uma tempestade está se movendo! Por exemplo, quando você vê uma grande nuvem cumulonimbus com um topo que se parece com uma bigorna, é sinal de que a nuvem atingiu seu ponto mais alto.

A maioria dessas nuvens está associada à precipitação, mas algumas acabam apresentando somente trovões e relâmpagos. Em alguns casos, a precipitação pode evaporar até mesmo antes de atingir o solo. Em áreas desérticas, ou durante um período de seca, isso pode levar a incêndios florestais, já que os raios podem atingir árvores, mas não haverá chuva para apagar as chamas.

Cumulonimbus
Foto: Pixabay

Uma palavra final

As nuvens cumulonimbus são as nuvens mais icônicas do nosso planeta, sendo amadas por uns e temidas por outros. Elas são certamente as mais impressionantes, surgindo do horizonte como uma onda vingativa repleta de imponência.

É importante deixar claro que as cumulonimbus até podem trazer chuvas vitais para determinadas regiões, mas também podem causar inundações devastadoras e precipitações destruidoras, bem como granizo ou nevascas, dependendo da região e da temperatura local.

Embora essas nuvens possam se formar em qualquer parte do planeta, elas são encontradas principalmente em áreas tropicais, onde as famosas tempestades de verão são a norma.

Leia Também: Qual é o cheiro da Lua?
Leia Também: Por que os assentos dos aviões quase sempre são azuis?

Então, da próxima vez que você ouvir um trovão à distância, saiba que é uma nuvem cumulonimbus mostrando todo o seu poder. Apenas certifique-se de ficar em um local seguro para não correr o risco de ser atingido por uma descarga atmosférica!

Muito interessante, não é mesmo? Se você gostou deste post, não se esqueça de compartilhá-lo! 😉

Esse post merece um GOSTEI ou NÃO GOSTEI?

Assentos dos aviões

Por que os assentos dos aviões quase sempre são azuis?

Como se formam as ondas do mar?