no ,

A Grande Muralha conseguiu proteger a China de invasões?

Atravessando a parte norte do país, a Grande Muralha da China se tornou um patrimônio mundial e um símbolo da história chinesa.

Grande Muralha da China
Foto: Pixabay

A Grande Muralha da China é um marco histórico que costuma atrair turistas de todas as partes do mundo. Assim como qualquer estrutura do tipo, seu objetivo principal era proteger as fronteiras do território chinês. Mas, será que ela era realmente eficaz? A Grande Muralha conseguiu proteger a China de invasões?

Ao longo desse artigo, nós vamos explorar alguns fatos que ajudam a explicar o tamanho da eficácia da Grande Muralha da China como um instrumento de defesa.

Foto: Pixabay

Qual era o real objetivo da Grande Muralha?

Pouca gente sabe, mas a construção de muros em localizações esparsas para proteger os estados e impérios chineses contra invasões teve início em meados do século 7 aC. No entanto, foi somente sob o governo de Qin Shi Huang, o primeiro imperador da China, que a Grande Muralha como conhecemos realmente passou a ser construída.

Construída entre 221 e 206 aC., a Grande Muralha foi concebida como uma fila de postos de guarda que ajudavam a espalhar sinais de alerta sobre invasões para atrair tropas de reforço. O principal objetivo do muro era proteger o território chinês contra membros dos XiongNu (também chamados de “hunos”, um povo nômade na antiga Ásia Central) que frequentemente invadiam a fronteira norte da China.

Os XiongNu eram povos altamente exploradores que andavam a cavalo e que, na época, eram muito hábeis em roubar seus vizinhos do norte da China. Embora a muralha fosse provavelmente ineficaz contra exércitos individuais (que podiam escalar o lado dela), ela era muito eficiente em manter cavaleiros e seus cavalos afastados.

Sendo assim, em vez de ter uma pradaria aberta como campo de batalha, os exércitos nômades eram forçados a concentrar seus ataques em uma seção específica do muro. Consequentemente, um sinal de fumaça ou fogo poderia ser acionado por guardas chineses ao longo da parede para atrair tropas de reforço quando necessário.

Foto: Pixabay

Tá, mas a Grande Muralha realmente cumpriu o seu objetivo?

Bem, a resposta para essa pergunta depende do nosso próprio ponto de vista. Por um lado, a Grande Muralha realmente conseguiu manter os invasores semi-nômades afastados, o que era a principal preocupação na época. No entanto, o muro não impediu algumas invasões em larga escala. De fato, até mesmo alguns outros povos nômades eram capazes de violar o muro de tempos em tempos.

Da mesma forma, nem todas as invasões a cavalo foram interrompidas. No entanto, alguém poderia argumentar que, se não fosse pela existência da muralha, a China teria sido invadida muito mais vezes, o que é um ponto de vista totalmente plausível. Daí a complexidade da nossa resposta para essa pergunta.

Agora, se você acha que escalar um muro enorme com um cavalo era difícil, imagine tentar colocar um carrinho cheio de suprimentos para negociar com os chineses ao longo da fronteira. Com a construção da muralha, os comerciantes e empresários do norte passaram a ter que encontrar algum portão ao longo do muro. Em resumo, isso tornava mais fácil a imposição de impostos, taxas e regulamentação de mercadorias, especialmente as trazidas ao longo da Rota da Seda.

Ainda assim, talvez o exemplo mais famoso de um “fracasso” relacionado à Grande Muralha seja quando os Manchus deram início à Batalha da passagem de Shanhai. De fato, esse evento levou à queda da dinastia Ming. No entanto, alguns historiadores já argumentaram que a Grande Muralha não foi realmente colocada à prova nesse caso, visto que a invasão dos Manchus foi facilitada por um general Ming que decidiu mudar de lado.

Vista da Grande Muralha da China
Foto: Pixabay

Uma palavra final

Com tudo isso mente, podemos dizer que a Grande Muralha foi bem-sucedida até certo ponto. No entanto, é inegável que sua existência também foi amplamente romantizada, tanto por chineses quanto pelos ocidentais. De fato, um mito bastante popular diz que ela é tão grande que pode ser vista da lua, o que não é verdade.

No geral, o que mais chama a atenção com relação à muralha é a sua influência em várias culturas distintas. Segundo uma lenda do antigo folclore chinês, as lágrimas de uma mulher seriam suficientes para derrubar o muro. Por outro lado, um filme de Hollywood estrelado por Matt Damon retrata a Muralha como uma fortaleza de alienígenas.

Leia Também: Qual foi a fuga de escravo mais criativa da história?
Leia Também: Por que os britânicos tentaram usar galinhas em uma arma nuclear?

No fim das contas, a Grande Muralha realmente ajudou a manter as forças nômades afastadas e também serviu como um bom mirante para invasões. Mas, de um certo modo, ela foi mais um impedimento moderado do que uma fortaleza necessariamente impenetrável.

De qualquer modo, uma construção realmente incrível, não é mesmo? Se você gostou desse post, não se esqueça de compartilhá-lo! 😉

Esse post merece um GOSTEI ou NÃO GOSTEI?

Prato com lagostas

Por que as lagostas são tão caras?

Patrick Estrela

12 curiosidades incríveis sobre o Patrick Estrela