no ,

Existe diferença entre as pastas de dente?

Embora haja várias pastas de dente disponíveis no mercado, todas compartilham o mesmo princípio básico.

Pastas de dente
Foto: Pixabay

Se você já foi a um supermercado para comprar um item trivial como creme dental, deve ter ficado surpreso com a quantidade de marcas diferentes que prometem mil maravilhas. Aparentemente, existem diferentes pastas de dente, algumas alegando trabalhar em favor dos dentes sensíveis, enquanto outras supostamente promovem clareamento, cuidam da gengiva ou proporcionam um hálito fresco.

Deixando de lado a incrível variedade desses produtos, no fim das contas, são apenas cremes dentais, certo? Dito isto, a questão que fica é: existe realmente alguma diferença crucial entre todos esses diferentes tipos de pastas de dente? Pois bem, é exatamente isso o que abordaremos ao longo deste artigo!

Foto: Pixabay

Todas as pastas de dente são basicamente iguais

Exceto por alguns “recursos extras” que os fabricantes de pastas de dente podem adicionar aos seus produtos para torná-los um pouco mais atraentes para os clientes, todas as pastas de dente são basicamente iguais.

Na prática, não há realmente muita diferença entre os diferentes tipos e marcas de cremes dentais. Como tal, você realmente não precisa pensar muito sobre que tipo de marca de pasta de dente você deve escolher, a menos, é claro, que você queira realmente fazer isso.

Você certamente já deve ter notado que a maioria dos anúncios de pasta de dente diz que “9 em cada 10 dentistas recomendam a marca”. No entanto, é interessante notar que esses anúncios apenas dizem isso porque os dentistas podem recomendar várias marcas ao mesmo tempo. Em outras palavras, um mesmo dentista pode recomendar uma Colgate e uma Sensodyne ao mesmo tempo. Basicamente, a recomendação de uma não significa a exclusão da outra!

De um modo geral, os dentistas não recomendam uma marca de pasta de dente específica, exceto em certos casos onde os ingredientes do produto podem ser medicamente favoráveis para um determinado paciente. De fato, esses produtos só devem seguir duas normas para serem aprovados pelos órgãos governamentais competentes: melhorar a higiene bucal e não causar nenhum dano ao usuário.

Pastas de dente
Foto: Pixabay

Aditivos comuns em diferentes pastas de dente

Embora os cremes dentais sejam praticamente iguais, alguns deles ainda podem carregar aditivos extras, como mencionamos anteriormente. Aqui estão os mais comuns:

Creme dental branqueador: Os cremes dentais que alegam branquear seus dentes como nenhum outro geralmente contêm um nível mais alto de abrasivos ou certos outros aditivos que “esfregam” a superfície dos dentes para limpá-los. No entanto, deve-se notar que o uso excessivo de tais aditivos pode desgastar a camada de esmalte e causar problemas de sensibilidade em algumas pessoas.

Creme dental para dentes sensíveis: Os cremes dentais que prometem curar a sensibilidade dentária geralmente contam com o nitrato de potássio como seu ingrediente principal, que atua para “acalmar” os nervos nos dentes. Assim, se você tem dentes sensíveis e usa tais pastas, provavelmente não sentirá incômodo toda vez que comer algo frio ou doce.

Creme dental anticárie: Essa pasta de dente geralmente contém níveis mais altos de flúor do que um creme dental comum. Isso pode ser feito por meio da adição de fluoreto de sódio ao creme dental, melhorando a saúde da camada de esmalte.

Creme dental reparador de esmalte: Esta pasta de dente consiste em substâncias à base de cálcio que têm a reputação de substituir a camada superficial do esmalte. Tais substâncias agem como verdadeiros “tapa-buracos” e, como tal, os materiais que esse creme dental deposita na superfície dos dentes tendem a ser removidos rapidamente.

Foto: Pixabay

Uma palavra final

No fim das contas, embora seja uma boa ideia consultar seu dentista antes de comprar e “se comprometer” com um tipo específico de pasta de dente, o que você deve ter em mente é que a ação física de escovar os dentes da maneira certa é muito mais importante do que o tipo de pasta de dente que você usa.

Leia Também: Quantas vezes devemos escovar os dentes por dia?
Leia Também: Como os aparelhos dentários alinham os dentes?

De um modo geral, os especialistas recomendam que a escovação deve ser feita pelo menos de 2 a 3 vezes ao dia, devendo também ser realizada por cerca de 2 minutos após a refeição principal, ao acordar e antes de dormir com escovas macias.

Muito interessante, não é mesmo? Se você gostou deste post, não se esqueça de compartilhá-lo! 😉

Esse post merece um GOSTEI ou NÃO GOSTEI?

Tubarões no mar

É verdade que os tubarões morrem se pararem de nadar?

Onde os mosquitos ficam durante o dia?