no

As cobras têm ossos?

As cobras se movem de maneira semelhante a um verme, mas diferentemente dos vermes, as serpentes realmente têm ossos.

Foto: Pixabay

As cobras são animais que fascinam os humanos há muito tempo. Curiosamente, esse fascínio geralmente tem a ver com o próprio movimento dessas criaturas. Por não terem membros, elas possuem uma aparência vermiforme, movendo-se no chão como um verme. Ainda assim, isso não significa que as cobras não tenham ossos.

As cobras se movem de maneira semelhante a um verme, mas diferentemente dos parasitas, as serpentes realmente têm ossos. Como são animais vertebrados, sabemos que elas têm coluna vertebral, mas e quanto ao resto do esqueleto? É isso o que vamos abordar ao longo deste artigo!

Foto: Pixabay

Os ossos das cobras

No reino dos animais, geralmente os agrupamos em duas categorias principais: vertebrados e invertebrados. As cobras, assim como todos os répteis, são seres vertebrados. Elas têm uma coluna vertebral que, por sua vez, percorre todo o comprimento do seu corpo.

Na prática, esta coluna vertebral é composta de ossos largos e achatados que são unidos por uma cartilagem intervertebral. Em suma, a função da coluna vertebral é abrigar e proteger a medula espinhal, que é a “estrada” do sistema nervoso central do corpo.

Tal como acontece com outros vertebrados, as cobras têm ossos para apoiar a estrutura do corpo. No entanto, a quantidade de ossos e a forma como eles são ordenados podem variar muito de acordo com a espécie.

Também vale destacar que as cobras têm costelas que estão ligadas às vértebras. Graças a isso, essas criaturas são incrivelmente flexíveis, fazendo muita gente pensar que elas nem sequer têm um esqueleto. Seu crânio também tem muitos ossos que são formados de forma a dar-lhes algumas habilidades extraordinárias, que serão detalhadas a seguir.

Ossos das cobras
Foto: Pixabay

A anatomia do esqueleto de uma cobra

O corpo de uma cobra é longo devido ao grande número de vértebras. Por sua vez, estas são mais curtas, longas e numerosas do que as encontradas na maioria das outras espécies de répteis. Embora o número exato de vértebras de cada cobra dependa de sua espécie, elas geralmente têm mais de 100, com algumas podendo ter até 500. Os discos intervertebrais são muito flexíveis, permitindo que a cobra se curve com facilidade.

O esqueleto das cobras também é caracterizado pela falta de membros. Como as cobras não têm pernas, elas realizam a locomoção movendo o corpo de várias maneiras específicas. Esses diferentes modos de locomoção são frequentemente muito sutis e seu movimento pode mudar em um instante.

Acredita-se que as cobras perderam o uso de pernas de seus ancestrais porque esses membros se tornaram desnecessários. Ainda assim, as espécies de cobra jibóia e python possuem vestígios de seus membros, geralmente caracterizados por ossos minúsculos ou esporas que emanam de ambos os lados de sua cloaca.

Ossos das cobras
Foto: Pixabay

O curioso crânio das cobras

As cobras são animais diápsidos, o que significa que seu crânio tem duas fossas temporais de cada lado. Este crânio é feito de muitos pedaços de ossos individuais e, portanto, têm mais articulações do que o crânio da maioria dos répteis.

Além disso, as duas partes dos ossos da mandíbula não são unidas, mas conectadas por ligamentos elásticos, uma parte essencial da anatomia da cobra para fins de alimentação. Graças à elasticidade proporcionada por esses ligamentos, esses animais podem abrir a boca muito mais do que qualquer outro réptil.

Na verdade, as cobras até deslocam o crânio enquanto comem. Por esse motivo, elas conseguem consumir presas com diâmetro bem maiores que a sua própria cabeça. Ainda assim, nem todas as cobras costumam comer presas muito grandes. Aquelas que realizam tal ação, geralmente conseguem essa proeza por meio do seu poderoso veneno.

Leia Também: Por que nem todos os elefantes têm presas?
Leia Também: Por que as abelhas picam?

Vale mencionar que as cobras venenosas têm dentes especializados, conhecidos como presas, que injetam veneno em suas presas. Apesar disso, a maioria das cobras são seres áglifos, ou seja, não possuem dentes especializados ou veneno.

Muito interessante, não é mesmo? Se você gostou deste post, não se esqueça de compartilhá-lo! 😉

Esse post merece um GOSTEI ou NÃO GOSTEI?

Por que nem todos os elefantes têm presas?

Nojo de cocô

Por que temos nojo do cocô?