no

Por que sonhamos?

Apesar da investigação científica sobre a função dos sonhos, ainda não temos uma resposta sólida de por que sonhamos.

De certo modo, os sonhos parecem ser mágicos, afinal, eles incluem imagens, pensamentos e emoções que são experimentados durante o sono. Os sonhos podem variar de extraordinariamente intensos ou emocionais a muito vagos, confusos ou até mesmo entediantes. Às vezes, sonhamos com coisas que parecem ter uma narrativa clara, mas muitos outros parecem não fazer sentido.

Continua após a publicidade..

Existem muitas incógnitas sobre os sonhos, mas o que os cientistas já sabem é que quase todo mundo sonha toda vez que dorme por cerca de duas horas, quer se lembrem disso ao acordar ou não.

Apesar de toda a investigação científica já realizada sobre a função dos sonhos, ainda não temos uma resposta sólida de por que sonhamos. Ainda assim, detalhamos abaixo as teorias mais proeminentes sobre o propósito de sonhar e como essas explicações podem ser aplicadas a sonhos específicos.

Por que sonhamos
Foto: Pixabay

As principais teorias que tentam explicar por que sonhamos

Algumas das teorias mais proeminentes afirmam que as funções dos sonhos incluem:

Continua após a publicidade..

Consolidação de memórias: O sono nos permite consolidar e processar todas as informações e memórias que coletamos no dia anterior. Dito isto, alguns especialistas em sonhos sugerem que sonhar é um subproduto (ou até mesmo uma parte ativa) desse processamento de experiência.

Processamento de emoções: De acordo com a hipótese da ativação-síntese, que foi proposta pela primeira vez por J. Allan Hobson e Robert McCarley, os circuitos do cérebro são ativados durante o sono REM, o que aciona a amígdala e o hipocampo para criar uma série de impulsos elétricos. Consequentemente, isso resulta em uma compilação de pensamentos, imagens e memórias aleatórias que aparecem durante o sonho.

Continua após a publicidade..

Expressão dos nossos desejos mais profundos: A teoria dos sonhos de Sigmund Freud sugere que os sonhos representam desejos inconscientes e motivações. De acordo com Freud, as pessoas são movidas por anseios reprimidos e inconscientes. Embora muitas das afirmações de Freud tenham sido questionadas, estudos sugerem que os sonhos funcionam como um reflexo da vida real de uma pessoa, incorporando experiências e pensamentos.

Auxílio no enfrentamento de perigos potenciais: Uma teoria sugere que, enquanto sonhamos, aprimoramos nossos instintos de luta e fuga e construímos capacidade mental para lidar com cenários ameaçadores. Em suma, nossos cérebros adormecidos se concentram no mecanismo de luta e fuga para nos preparar para cenários de risco emocionalmente intensos, incluindo fugir de um perseguidor ou cair de um penhasco.

por que sonhamos 2
Foto: Pixabay

E quanto aos sonhos lúcidos?

Os sonhos lúcidos são sonhos relativamente raros em que o sonhador tem consciência de que está no sonho e geralmente detém algum controle sobre o seu conteúdo. Pesquisas indicam que cerca de 50% das pessoas se lembram de ter tido pelo menos um sonho lúcido na vida e pouco mais de 10% relatam tê-los duas ou mais vezes por mês.

Não se sabe por que certas pessoas têm sonhos lúcidos com mais frequência do que outras. Embora os especialistas não tenham certeza de por que ou como os sonhos lúcidos ocorrem, pesquisas preliminares indicam que as regiões pré-frontal e parietal do cérebro desempenham um papel significativo.

Algumas teorias também sugerem uma forte ligação entre os sonhos lúcidos e o pensamento altamente imaginativo e criativo. Um estudo mostrou que os sonhadores lúcidos costumam apresentar um desempenho melhor em tarefas criativas do que aqueles que não têm sonhos desse tipo.

Vale destacar que existem alguns métodos de treinamento que objetivam induzir sonhos lúcidos através de treinamento cognitivo, estimulação externa durante o sono e medicamentos. Embora esses métodos possam ser promissores, nenhum foi testado rigorosamente ou demonstrou ser eficaz.

por que sonhamos 3
Foto: Pixabay

Uma palavra final

Embora existam muitas teorias sobre por que sonhamos, mais pesquisas são necessárias para compreender totalmente seu propósito. Em vez de assumir que apenas uma hipótese é correta, os sonhos provavelmente servem a uma variedade de propósitos, como os listados anteriormente.

Leia Também: Por que gesticulamos enquanto falamos?
Leia Também: Qual a diferença entre as lâminas masculinas e femininas?

Devido a toda essa incerteza, podemos nos sentir livres para ver nossos próprios sonhos à luz que ressoa melhor conosco. Ainda assim, se você está preocupado com seus sonhos e tem pesadelos frequentes, converse com seu médico ou consulte um especialista para tentar resolver essa questão.

A forma como sonhamos é muito interessante, não é mesmo? Se você gostou desse post, não se esqueça de compartilhá-lo! 😉

Esse post merece um GOSTEI ou NÃO GOSTEI?

quais sao os maiores mitos sobre o cerebro humano

Quais são os maiores mitos sobre o cérebro humano?

por que o volume dos comerciais de tv e mais alto do que o dos programas

Por que o volume dos comerciais de TV é mais alto do que o dos programas?