no ,

Por que a bandeira do Nepal é tão diferente das outras?

De um modo geral, as bandeiras nacionais tendem a ser bem semelhantes, mas a bandeira do Nepal pode ser considerada uma grande exceção.

Bandeira do Nepal
Foto: Piqsels

Uma coisa muito estranha sobre as bandeiras nacionais é que, embora diferentes, elas ainda conseguem ser semelhantes. Mais de 75% de todas as bandeiras nacionais incluem a cor vermelha e mais de 72% incluem a cor branca. Não existem regras, nem órgãos internacionais que digam o que uma bandeira nacional pode ou não ser, mas quase todas elas são quadradas ou retangulares; a única exceção é a bandeira do Nepal.

A bandeira do Nepal consiste em dois triângulos sobrepostos de diferentes tamanhos e definidos com precisão matemática. Curiosamente, ela é a única bandeira nacional de cinco lados do mundo! Dito isto, a pergunta que fica é: por que a bandeira do Nepal é tão diferente das outras?

Foto: Pixabay

Uma breve história das bandeiras nacionais

As bandeiras nacionais são uma criação mais recente do que você imagina. Antes do século 17, a identidade nacional não era considerada tão importante, já que viajar entre países era algo caro e complexo. De fato, as bandeiras existentes serviam mais como representações de um brasão de uma determinada família real e tendiam a mudar quando uma nova família governante chegava ao poder.

Eventualmente, bandeiras e estandartes passaram a ser usados para identificar unidades militares, mas geralmente eram restritos a um grupo de soldados, não do país como um todo. Tudo isso começou a mudar por volta do final do século 18, muito por conta do impulsionamento do comércio a bordo de navios, que se moviam entre lugares diferentes com o início da globalização.

A grande maioria das bandeiras nacionais começou a aparecer em meados de 1800, junto com o surgimento do conceito moderno de nação. Esta foi a primeira vez que bandeiras nacionais foram hasteadas fora dos cenários de guerra e, em cerca de cem anos, as bandeiras tornaram-se estranhamente homogeneizadas no formato, pois o modelo retangular era considerado o ideal para balançar ao vento.

Vale destacar que, ainda assim, nem todas as bandeiras eram retangulares. Bandeiras cônicas e triangulares eram bastante comuns na Ásia. Eventualmente, a maioria dos países asiáticos mudou suas bandeiras por conta da influência europeia na região. O Nepal, no entanto, nunca aderiu a essa mudança.

Foto: Wikimedia Commons

O simbolismo da bandeira do Nepal

A atual bandeira do Nepal é vermelha, com uma borda azul escura e no formato de duas flâmulas. As flâmulas não são do mesmo tamanho (a superior é menor) e se sobrepõem no meio. O triângulo superior inclui uma lua estilizada branca, enquanto que o inferior apresenta um sol igualmente branco.

O mais curioso sobre essa bandeira é que ninguém sabe quem a criou. Uma reprodução da bandeira em um livro francês de 1928 mostra uma bandeira muito semelhante à que é usada hoje, exceto pela borda verde em vez de azul e a presença de faces no sol e na lua. Pouco depois, a cor mudou para azul, sendo oficializada como símbolo nacional em 1962.

Os significados do sol e da lua na bandeira também não são conhecidos. Alguns sugerem que a lua e o sol representam os Shahs e os Ranas, as duas dinastias governantes mais poderosas do Nepal nos últimos 500 anos. Outros dizem que a lua e o sol representam orgulho e paz, o que nos leva a crer que a bandeira do Nepal não significa apenas uma coisa, pois seu significado tende a mudar com o tempo.

Por outro lado, as cores da bandeira apresentam significados menos complexos. A cor nacional é o vermelho, que pode indicar bravura, enquanto o azul representa a paz. Curiosamente, vermelho e azul também são, de longe, as cores mais populares para usar em uma bandeira nacional, o que mostra que, embora seja excêntrica no formato, a bandeira do Nepal também carrega consigo um certo “clichê”.

Bandeira do Nepal
Foto: Wikimedia Commons

Tá, mas por que ela é tão diferente?

No fim das contas, o fato é que o Nepal sempre preferiu as flâmulas triangulares às bandeiras retangulares por uma questão cultural. Outras bandeiras de formato semelhante já eram usadas principalmente em templos hindus e budistas em todo o Nepal. O formato de flâmula dupla é incomum, mas não é inédito, e não há nenhum simbolismo particular nele.

Alguns historiadores sugerem que o relativo isolamento do Nepal pode ter algo a ver com o formato curioso de sua bandeira. Basicamente, nenhum país jamais conquistou o Nepal ao ponto de impor uma nova bandeira aos nepaleses, sem falar que esse país não desempenhou grande relevância no início do processo de globalização. Desse modo, a bandeira meio que se formou naturalmente e permaneceu sem interferências externas.

O Nepal teve a chance de mudar sua bandeira através da promulgação da constituição de 1962, mas não havia nenhuma razão real para mudá-la, pois nessa época já estava muito claro que a bandeira tradicional já era um símbolo único.

Leia Também: Por que a Casa Branca é branca?
Leia Também: Qual é a origem do aperto de mão?

Hoje, os nepaleses tendem a se sentir orgulhosos em ter uma bandeira tão exclusiva. Pessoalmente, eles veem isso como um símbolo de unificação na diversidade que há no Nepal. No fim das contas, isso provoca uma sensação de que no Nepal existe um símbolo pátrio muito diferente de qualquer outro lugar na Terra.

Muito interessante, não é mesmo? Se você gostou deste post, não se esqueça de compartilhá-lo! 😉

Esse post merece um GOSTEI ou NÃO GOSTEI?

Mel nunca estraga

É verdade que o mel nunca estraga?

Estrelas piscam

Por que as estrelas piscam?