no ,

Como os remédios ‘sabem’ onde está doendo?

Os remédios são essênciais quando estamos com dor, mas como eles sabem onde a dor fica? É o que vamos descobrir!

Quando ficamos doentes pelos mais variados motivos, é comum irmos até o hospital ou em uma farmácia para adquirimos um remédio para ajudar a amenizar ou acabar de vez com a dor, não é mesmo?

Continua após a publicidade..

Seja em gostas, comprimidos ou capsulas, os remédios se mostram muito eficazes em seu proposito, nos ajudando a melhorar e a voltar aos nossos a fazeres diários. Mas alguma vez você já parou para pensar como os remédios ‘sabem’ onde está doendo para irem lá e resolver o problema? Acho que pelo menos uma vez essa pergunta já passou pela cabeça de todo mundo e é sobre isso que vamos falar hoje, vamos lá?

Remédio

Como os remédios sabem onde a dor fica?

Bom, a verdade é que eles não são seres pensantes e por isso não sabem onde está doendo. Então, quando você ingere um comprimido, ele se espalha pelo seu corpo e vai para todos os lugares — inclusive onde a dor está.

Então eles descem da nossa boca até nosso intestino, e lá são desouvidos e espalhados pela nossa corrente sanguina. Apesar do remédio circular no nosso corpo todo, não significa que ele terá uma reação em todas as partes. Como são produtos químicos, eles são feitos para se conectar apenas com as moléculas que eles são projetados a fazer conexão.

Continua após a publicidade..

Quando seu corpo está machucado de alguma forma, ele libera uma substância chamada de prostaglandina, essa substância entra em contato com o seu sistema nervoso e o cérebro recebe essa informação de onde a dor está localizada. A sua dor só passa quando o cérebro para de receber isso.

Leia também: 5 livros que eram famosinhos, mas foram ‘esquecidos’

REMEDIO 2

Por que ocorrem os efeitos colaterais?

Dentro da caixa de qualquer remédio, é obrigatório vir descrito todas as indicações de uso possível, desde quantidade até o que pode ocorrer se você ultrapassar esse valor.

Continua após a publicidade..

Então, se você tomar em uma quantidade menor do que a indicada ele pode não gerar efeito nenhum e você pode continuar sentindo dor. Mas se você ultrapassar os limites, esses podem ter o efeito contrário do que te ajuda, e prejudicar a sua saúde.

Existem efeitos colaterais mais comuns como dor de cabeça, tontura, náuseas. E depois eles vão ficando mais graves, como dormência, aumento ou diminuição da pressão arterial e dores fortes na região do intestino.

Leia também: Balas Fini: Como São Fabricadas As Deliciosas Guloseimas?

REMEDIO 3

É sempre bom ter cuidado com os remédios que tomamos, e quero deixar claro que é muito perigoso se automedicar. Então sempre procure um médico ou farmacêutico de confiança quando não estiver se sentindo bem, é melhor prevenir do que remediar, não é mesmo?

As dores podem ser bem negativas, mas elas também servem para informar que tem algo de errado com o nosso corpo, por isso, não deixem suas dores de lado achando que é besteira. Faça uma consulta, procure saber o que é para que você possa melhorar logo. Todo cuidado com a saúde é pouco.

Você sabia que é assim que os remédios aliviam as nossas dores? Não se esqueça de compartilhar esse post com os seus amigos!

Esse post merece um GOSTEI ou NÃO GOSTEI?

CROACIA CAPA

Croácia: 10 curiosidades sobre o país

Conheça As 5 Profissões Mais Bizarras do Mundo

Conheça As 5 Profissões Mais Bizarras do Mundo