no

Como os bumerangues voltam para o mesmo lugar?

Embora pareça bruxaria, os bumerangues voltam para o mesmo lugar através de forças da física.

Bumerangue
Foto: PxHere

Poucas coisas conseguem ser mais intrigantes do que os bumerangues, afinal, é muito interessante pensarmos que é possível lançar um objeto para o ar e observarmos ele retornar perfeitamente para as nossas mãos. Dito isto, a pergunta que fica é: que tipo de bruxaria está envolvida nisso tudo?

Bem, a verdade é que não há nenhum tipo de feitiçaria envolvida, apenas física pura, como veremos ao longo deste artigo.

Foto: Wikimedia Commons

Acredite ou não, nem todos os bumerangues voltam para o mesmo lugar

Pouca gente parece saber, mas nem todos os bumerangues são projetados para retornar para o mesmo lugar de onde foram lançados. Os bumerangues foram inventados há milhares de anos como armas. Originalmente, eles eram simples varas de arremesso projetadas para caçar animais.

Acredita-se que os mais antigos bumerangues eram usados pelos povos nativos da Austrália há mais de 10 mil anos. Porém, bastões de caça ainda mais antigos já foram encontrados na Europa. Uma presa de um mamute usada como vara de caça foi encontrada nas montanhas da Polônia e data de cerca de 30 mil anos atrás.

Os bumerangues de retorno foram desenvolvidos a partir desses gravetos usados para caça. Assim como o Frisbee, seu objetivo principal sempre girou em torno de competições esportivas ou lazer, apenas pelo puro prazer de lançar o bumerangue da maneira certa para que ele retorne ao lançador.

No entanto, os bumerangues que retornam também podem ser usados para caçar. Por exemplo, um bumerangue que retorna pode ser usado como isca para pássaros. Jogados sobre áreas de grama alta onde as aves de caça nidificam, os bumerangues que retornam podem assustar essas aves e fazê-las voar, tornando-as mais fáceis de serem capturadas.

Foto: Pixabay

Então como funcionam os bumerangues que voltam para o mesmo lugar?

Os bumerangues que retornam têm uma forma curva especial e duas ou mais asas que giram para criar forças aerodinâmicas desequilibradas. Na prática, essas forças fazem com que a trajetória do bumerangue se curve em uma forma elíptica, de modo que ele retornará ao lançador quando lançado corretamente.

Em termos mais simples, a questão a a ser observada aqui é que à medida que o bumerangue gira no ar, a asa que está em cima tende a se mover pelo ar mais rápido porque segue na direção em que você a jogou. Já outra asa, por sua vez, tende a ir para o lado oposto. No fim das contas, resultado é que, ao cortar o ar, a parte de cima vai gerar mais sustentação do que a de baixo.

Bumerangue
Foto: PxHere

Uma palavra final

Durante muito tempo, os bumerangues foram fabricados de madeira, embora haja evidências de que os primeiros bumerangues podem ter sido feitos de ossos. Hoje, os bumerangues podem ser feitos de uma ampla variedade de materiais, incluindo plástico.

A maioria dos bumerangues modernos retorna à mão do lançador. Eles vêm em todos os tipos de formas e tamanhos, sendo que a maioria deles é usada para fins esportivos. De fato, há muitas competições de bumerangue em todo o mundo sendo realizadas todos os anos.

Leia Também: É verdade que usamos apenas 10% do nosso cérebro?
Leia Também: Como funciona o creme de barbear?

Durante as competições de bumerangues, os arremessadores competem em todos os tipos de áreas de habilidade, como arremesso mais distante, precisão de retorno e tempo mais longo no ar. David Schummy, da Austrália, detém o Recorde Mundial do Guinness de arremesso de bumerangue mais longo, atingindo incríveis 427.2 metros!

Muito interessante, não é mesmo? Se você gostou deste post, não se esqueça de compartilhá-lo! 😉

Esse post merece um GOSTEI ou NÃO GOSTEI?

Por que há mais restos de dinossauros do que de nossos ancestrais?

Qual a diferença entre manteiga e margarina?