no ,

O pum da Vaca faz mal para o meio-ambiente?

As vacas são animais bem fofos, mas pelo visto o pum delas não faz tão bem pro meio-ambiente!

Nas últimas semanas estive em uma fazenda à trabalho e me deparei com um grande rebanho de vacas leiteiras. Conversando um pouco com o proprietário da fazenda, ele me explicou que as vacas não só dão leite, mas também a fazenda se aproveita dos gases emitidos pelo animal para vender energia elétrica, afinal o pum da vaca é composto por gás carbônico e metano.

Continua após a publicidade..

Eu, que achei muito interessante essa ideia, comecei a pesquisar um pouco mais afundo do assunto, para que pudesse trazer algo relacionado aqui para vocês do Zona Curiosa. Em idas e vinda na internet, acabei me deparando com uma dúvida bastante interessante que aguçou minha curiosidade: o pum da vaca faz mal para o meio-ambiente? Ele realmente é prejudicial? Qual país mais emite?

Tendo isso vista, hoje irei de uma vez por todas tirar essa dúvida não só da minha cabeça, mas da de vocês também, afinal se você está aqui é porque você quer saber se a vaca pode prejudicar o ambiente com seus pum’s. Bora lá então?

O Pum da Vaca pode prejudicar o meio-ambiente?

Por incrível que pareça, embora o dono daquela fazenda esteja lucrando muito em cima da geração de energia por meio dos gases emitidos pelos animais, o problema é mais sério do que se pode imaginar, afinal o pum da vaca é sim prejudicial ao meio ambiente (e bota MUITO prejudicial nisso). A questão é que durante a digestão, tanto o boi quanto a vaca produzem muito metano, um gás que contribui com 23% do efeito estufa e é 21 vezes mais ativo que o gás carbônico na retenção dos raios solares que aquecem o nosso mundo.

Continua após a publicidade..

Para se ter uma noção, o Brasil que é referência na criação de rebanhos de bovinos e outros ruminantes (cabras, ovelhas, búfalos…) é responsável por cerca de 90% do metano gerado em todo país, sendo esse número somente o percentual emitido pelos animais. No mundo, esse índice cai para 28%. Ou seja, o país, embora seja o maior criador de rebanhos bovinos do mundo, ele acaba sendo por consequência também um dos maiores produtores de metano do planeta Terra, prejudicando e muito o meio-ambiente.

Vaca
Fonte: Pexels

Para quem não sabe, esse gás é produzido dentro dos animais por meio de bactérias do rúmen (uma das quatro cavidades do estômago dos bichos), que ajudam a retirar a energia dos alimentos que o gado come. É importante salientar que não apenas através do pum que esses animais emitem o gás metano, mas também pela boca, por meio de arrotos.

Continua após a publicidade..

Porém, saindo um pouco em defesa dos animaizinhos, podemos concluir que o gás metano expelido pelas vacas e outros ruminantes não é o maior responsável pelo aquecimento global, afinal quem deve levar essa culpa são as grandes fábricas que costumam expelir de suas chaminés dezenas de gases todos os dias e também aos carros, que praticamente emitem gás carbônico 24 horas por dia. No caso dos animais, é inviável reduzir a emissão de gás metano emitido por eles usando alguma espécie de dieta, pelo simples motivo disso atrasar e prejudicar a saúde do animal.

Leia Também: Quem criou a vuvuzela?

Leia Também: O que é vulcanização?

Muita gente reclama dos animaizinhos, mas pelo menos o gás emitido por eles possui até que um fim nobre, sendo convertido em energia elétrica que, segundo o próprio dono da fazenda, pode ser vendido para qualquer companhia de energia do Brasil. Inclusive, estas companhias até o apoiam que os pecuaristas façam essa conversão, para que assim se torne algo renovável.

Mas e aí, ficou surpreso com está incrível curiosidade? Você já sabia? Comente logo abaixo e não se esqueça de compartilhar com um amigo!

Esse post merece um GOSTEI ou NÃO GOSTEI?

5 Naufrágios que Entraram Para a História

5 Naufrágios que Entraram Para a História

Estádio da Copa do Mundo.

Por que a Copa do Mundo 2022 foi marcada para o fim do ano?